17 de janeiro de 2013

livro x filme x série

 Ontem mesmo tava assistindo o piloto da nova série da CW, The Carrie Diaries, baseada no livro de Candance Bushnell, já resenhado aqui, e me deu uma vontade absurda de falar sobre isso aqui no blog: porque os roteiristas tem tanta dificuldade em seguir os livros?
 Falando sobre The Carrie Diaries, eu tava tão ansiosa pra esse seriado, tão empolgada pra ver a adolescência da nossa amada Carrie e sabe como me senti vendo o piloto? Como se jogassem um balde de água fria em mim. Primeiro, como assim ela vai pra NY já no primeiro episódio? Ela chega em Manhattan só no final do livro!! E como somem com a melhor amiga dela? Que inclusive, rouba o namorado dela, e é praticamente nisso que gira o livro! Fora que, no piloto ela nem sabe ainda que quer ser escritora (!!!!!!!!!). No mínimo, decepcionante.

 Não sei porque ainda me surpreendo, sendo tantas as decepções em adaptações, tanto para tv, quanto para o cinema. O que falar de Harry Potter? São tantas, mas tantas coisas legais (e importantes) deixadas de fora, que se fosse listar aqui, precisaria de uns quatro ou cinco posts. Um único exemplo: O Enigma do Príncipe. Um dos melhores livros, na minha opinião, e um filme so boring como aquele?
 Só isso já diz tudo, né? Mesmo assim, sou apaixonada pelos filmes (sou potterhead, confesso).
 Às vezes, certas alterações até ajudam: no terceiro filme, O Prisioneiro de Azkaban as mudanças fizeram com que esse fosse um dos meus preferidos. A cena do Salgueiro Lutador, na Casa dos Gritos ♥ Faltou só a Taça de Quadribol. 


 Atualmente, estou lendo Eragon. Confesso que adorei o filme (enquanto as críticas caíram em cima)e passei a odiar conforme vou avançando na leitura.O filme se passa num ritmo tão intenso, tão acelerado, sendo muito fácil se perder no meio da história. Meu pai por exemplo, assistiu o filme umas cinco vezes e ainda acha que o nome do dragão é que é Eragon (HAHAHA)
 Brincadeiras a parte, o livro é ótimo (logo mais terá resenha no blog, aguardem!). Os cenários, as aulas que ele tem sobre como aprender a lidar com a magia, as línguas antigas, e até com a Saphira, tudo isso faz uma falta tremenda no filme, que parece sem noção depois de ter LIDO a história.


 Esses são só alguns exemplos, poderia citar muitos outros: O Caçador de Pipas (cadê a emoção do final do livro?), Percy Jackson, Marley e Eu, etc etc etc.

 A pergunta que fica é: Se os livros já são maravilhosos, porque mudar algo que já é bom?

5 comentários

  1. adorei esse post de verdade, a carrie só vai para nova iorque no final do livro, ela já sabia que queria ser escritora desde o 7, ainda não terminei todos os livros de Harry potter, faltam 2 e tenho que voltar a ler Eragon

    ResponderExcluir
  2. sei que vou continuar acompanhando a série, como boa viciada que sou, mas sério, só o piloto me decepcionou muito... vamos ver como vai engrenar :)

    ResponderExcluir
  3. Diários do Vampiro é uma série totalmente diferente do livro, até os personagens.

    ResponderExcluir
  4. Visite meu blog também! http://vidradaemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. O livro (quase) SEMPRE é melhor que a adaptação! :( Também não entendo o porque fazerem uma obra se não for pra ser fiel ao original, já que na maior parte das vezes fica terrível... Gossip Girl é outro exemplo disso (não sei se voce ja viu!)... não entendo por que mudar o Chuck completamente e colocar aquela guria nada a ver no lugar da Jenny... por essas e outras adaptações sempre me dáo medinho :( #chatiada hauhaua
    beijos, Su!

    ResponderExcluir

respondo os comentários aqui mesmo, no post.
mas sempre passo dar uma visitinha (e comentar).
fique a vontade ♥

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo