12 de outubro de 2014

abraçando patinhas - porque adotar e ajudar é tudo de bom

Tive minha primeira cachorrinha quando tive uns cinco anos. Ela se chamava Samantha e logo no primeiro ano com a gente já trouxe mais dois anjinhos para casa: o Mickey e o Bethoven (minha criatividade para nomes quando eu era pequena aparentemente era 0%).
Mickey foi pro sítio da minha vó e o Bethoven ficou conosco e viveu por 16 anos. Quando ele morreu eu já tinha 23 anos e nossa, me abalou demais, afinal, eu perdi o companheiro que tinha ficado comigo por quase toda a minha vida até ali. Apesar de não ter quase nada de memórias fotográficas dessa época, foi uma época maravilhosa e eu os amava da maneira mais pura e sei que eles também.
Pra preencher esse vazio deixado por eles, uns meses depois resolvi voltar a ter um cachorro. <3 Sempre gostei de vira-latas e também sempre pensei o porquê eu comprar um cachorro se tem tantos largados por aí esperando justamente alguém que lhes dê amor, comida e carinho?

Aí, eu adotei a Lyla, na ONG Voluntários Spabichofeliz, que chegou toda pequenininha, gracinha e diva, pra virar esse boi que vocês tão vendo nas fotos:

Pouco tempo depois, eu e meu boy conhecemos o facebook de uma ONG que ficava numa cidade vizinha daqui e que abrigava e cuidava mais de 250 cachorros abandonados, a ONG dos Peludos. Decidimos então que já era a hora de gastar uma graninha e ajudar essas criaturinhas tão lindas e puras. Chegamos lá e me deparo com essa coisinha mais linda do mundo, a Meg (que agora é super chique e até possui um instagram, o @lifewithmeggg.).
Ela chegou com todo o tipo de problema: vermes, pulgas, sarna, diarréia. E quando tava quase curadinha de tudo, pegou conjutivite. É mole ou quer mais?

Porque contei toda essa história pra vocês?
O Rotaroots elegeu outubro como o mês da proteção animal e montaram o projeto "Abraçando Patinhas", que tem como objetivo promover a conscientização da adoção de animais e, principalmente, a guarda responsável (ou prezar pelo bem estar do seu bichinho). Em parceria com a Max da Total Alimentos, o Rotaroots vai doar UMA TONELADA de ração para a ABEAC ONG, uma ONG de proteção animal de SP responsável pelo bem estar de cerca de 1100 cães e que sobrevive de doações.

E nós podemos fazer mais? SIM SENHOR!
Podemos aumentar essa quantidade de ração fazendo doações para a ABEAC a partir de R$6 (SEIS REAIS) link da ONG no programa Max em Ação. A cada doação feita, a Max acrescenta mais 50% em cima. Exemplo: se você doa 10kg, a Max inclui mais 5kg e a ABEAC receberá 15kg no total. Ou seja, se cada pessoa doar a quantidade mínima, que é de 1kg (R$6) + os 50% da Max, teremos mais 3 toneladas de ração para ser doada além da 1 tonelada garantida. Isso sem falar de pentelhar os amigos, leitores e seguidores a fazerem uma doação.

Quer ter seu blog participando também? Clica nesse link e vem com a gente!

Além dos links da doação e da ONG ABEAC, deixarei os links das ongs em que eu adotei as minhas cachorrinhas, qualquer ajuda pra elas também é super bem vinda!

ONG ABEAC -  http://abeac.org.br/
Link para fazer a doação: http://bit.ly/doaABEAC

ONG Voluntários Spabichofeliz: https://www.facebook.com/perfilspabichofeliz?fref=ts
ONG dos Peludos: http://www.ongdospeludos.com.br/



Me sigam nas redes sociais:

18 comentários

  1. Também super apoio a adoção de cãezinhos. Tem tantos por aí precisando de ajuda, né? Não faz sentido comprar... Suas "filhas" são as coisinhas mais lindas!!!

    ResponderExcluir
  2. Sou a favor da adoção em vez da comprar de animais, amo vira latas, eles dão tanto carinho quanto um de raça, se não ate mais, a final tiramos das ruas e demos um lar a eles. Infelizmente não posso ter cachorro por falta de espaço, mas sempre alimento e dou remédio aos que vivem por aqui por perto da minha casa. Tenho duas gatinhas que resgatei, um pena que não posso ter mais nenhum no momento, se não, a casa já estaria cheia rsrs.

    http://garotadosuburbio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adoro cachorros. Muito mesmo. Eu costumava ter medo, até uma amiga da minha mãe ganhar um. Ele era tão pequetito, que não tinha como ter medo dele (nem dente tinha ainda!). Aí encantei. Pena que mamis não me deixa adotar ): Aí me resta ficar babando no cachorro alheio...

    ResponderExcluir
  4. "Esse boi" hahahahaha ri muito
    aqui em casa a gente tbm tem nossa filhinha adotiva, a May. Ela era a menorzinha de vários cachorrinhos que um amigo achou na rua abandonados :(
    Esses bichos são companheiros mesmo, pra todas as horas!

    ResponderExcluir
  5. OOOOWN MEU DEUS, cada coisinha mais linda *-*
    muito louvável a sua atitude de adotar animaiszinhos! Tenho três gatos lindos que amo em casa, todos viralatas. Sempre preferi adotar à comprar.

    Animais são a prova viva de amor sincero e incondicional <3

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ai que coisas mais lindas. Derreti todinha aqui com essas fofuras... essas carinhas, gente! ♥
    Obrigada por apoiar a campanha do Rotaroots! E parabéns pelo amor pelos teus bichanos, eles merecem!

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
  7. Adorei a sua inciativa de adotar as suas cachorrinhas, são duas lindas mesmo viu! Tenho um cachorro adotado também, que tiramos da rua, e agora ele está todo lindo!

    ResponderExcluir
  8. Sou super a favor da adoção de animais e achei sua iniciativa maravilhosa. Não sou do tipo que julga quem compra, porque até entendo o apelo em alguns casos, mas gente, vira-latas são amor demais <3 E as suas são a coisa mais linda, nhom nhom <3

    Muitos corações nesse comentário

    A iniciativa do Rotaroots foi maravilhosa. E se mais gente pude ajudar, melhor!

    ResponderExcluir
  9. Se tem uma coisa que é meu ponto fraco, com certeza são os animais desamparados. Aqui em casa já adotamos de tudo, mas infelizmente não temos tanto espaço para ajudar mais.
    Adorei você compartilhar sua história e principalmente a parte de ajudar, vou colocar no blog também, fiquei encantada com a parte do doar e a max ajudar! <3

    Beijos
    www.heyealaysa.com

    ResponderExcluir
  10. Meu gatolas cá de casa também, foi adoptado, encontrei ele na rua


    www.tarasemanias.pt

    ResponderExcluir
  11. Queria tanto ter uma casa pra ter bastate espaço pra adotar um cachorrinho! Essa vida de morar em apartamento pequeno :/

    ResponderExcluir
  12. eu adorava esse grupo ate que me baniram por motivos que eu não sei ate hoje ¬¬ mas gostei bastante do projeto ;)

    http://www.fotografiaecoisinhas.com/

    ResponderExcluir
  13. Adorei sua atitude de adotar, muito legal esse post! Eu tenho uma shitsu mas também quero adotar outro!

    Beijos
    Blog Amorices | Facebook

    ResponderExcluir
  14. Que fofuraaaaaas! Eu também já tive uma cachorrinha chamada Samantha, que também virou um anjinho quando eu ainda era criança :(

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
  15. Uma bela história. Eles são uma fofuraa <3
    Também tenho um cachorro vira-lata chamado Tooby, faz 5 anos que ele
    entrou na vida da minha família e só trouxe alegria!

    O post ficou perfeito, adotar é uma ótima maneira de
    ajudar os animais que tanto precisam de amor e carinho.

    Bjus ♥ http://alanacrist.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Fiquei com vontade de comentar em todo o teu blog, mas esse post eu definitivamente não podia deixar passar. Eu sempre tive cachorros adotados (cheguei a ter 8 - fora gatos), quando morava com meus pais. Quando decidi sair de casa e morar sozinha, adotei a Soneca, que de soneca não tem nada. É um furacão haha. Enfim, acho a iniciativa super boa <3 parabéns e muito amor aos peludos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que linda <333
      Também sempre adotei, e são sempre cheios de amor!

      Excluir
  17. Que legal! Não sabia dessa campanha e, coincidentemente, adotamos a Magali em Outubro de 2014!!! =)

    ResponderExcluir

respondo os comentários aqui mesmo, no post.
mas sempre passo dar uma visitinha (e comentar).
fique a vontade ♥

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo